Caesb celebra os seus 52 anos levando saúde para os moradores do DF

 


Companhia completa 52 anos de compromisso com a população. A água é vital para o nosso organismo. Ela é responsável pelo equilíbrio térmico do corpo, além de realizar o transporte de nutrientes para as células através do sangue e promover a limpeza e a desintoxicação do organismo



Por isso, é preciso ficar atento à regularidade da hidratação, principalmente durante os períodos mais secos do ano. Além disso, o total de água existente no corpo humano corresponde a três quartos do peso na infância e a mais da metade na idade adulta. A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) está fazendo aniversário! Ao longo de 52 anos, a Empresa tem buscado garantir que sua missão de desenvolver e implementar soluções e gestão em saneamento ambiental, contribuindo para a saúde pública, a preservação do meio ambiente e o desenvolvimento socioeconômico, seja cumprida. A Caesb não é apenas fornecedora de água e coletora de esgoto. Ela é responsável pela melhoria da qualidade de vida dos moradores da capital do Brasil.

Para garantir essa qualidade é preciso uma grande estrutura: são 9,3 mil km de redes de água abastecidas pela produção de 20,9 milhões de metros cúbicos de água, em média, por mês, além de 7,4 mil km de redes de esgoto, 11 estações de tratamento de água, 15 estações de tratamento de esgoto no DF e a ETE Águas Lindas, em Goiás. Atualmente, há cerca de 700 mil ligações ativas de água e 608 mil de esgotos. A Companhia possui índices de excelência: 99% de atendimento de água, 90,9% de atendimento de esgotos e um índice de continuidade dos serviços de 99%.

O Plano de Investimentos da Caesb para o período de 2021 a 2025 prevê que cerca de R$ 1,8 bilhão seja aplicado no desenvolvimento da Empresa. Esse valor irá expandir e melhorar os sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário, modernizar a infraestrutura, além de ser usado em energias renováveis, programas empresariais e na Tecnologia da Informação.

À frente da Companhia desde agosto de 2019, Daniel Rossiter reforça que a Caesb chega aos 52 anos cumprindo a importante missão de garantir saúde pública e qualidade de vida à população. "Agradeço a cada um dos empregados da Caesb, verdadeiros heróis e entusiastas de um trabalho essencial à vida. Se a Companhia chega hoje a níveis de excelência e vem conquistando prêmios importantes, tudo isso é graças ao trabalho e à dedicação de todos os empregados, que exercem um papel fundamental", destaca o presidente.

Desde 2019 no cargo de secretária-geral da Caesb, Claudia Marques ressalta o prazer em acompanhar de perto todos os processos da Companhia. "Parece pouco tempo dentro dos 52 anos de história, mas foi o suficiente para eu entender e me apaixonar por uma empresa pública que está 24 horas à disposição da população do DF oferecendo serviços essenciais. Tenho a honra ainda de ser a primeira mulher a ocupar a cadeira da Secretaria-Geral. A Caesb é formada por mulheres e homens dispostos a fazer o melhor para a população. Toda essa dedicação resulta nos resultados de excelência que estão sendo alcançados nos últimos anos", destaca, reforçando que “nem a pandemia fez o nosso time parar”.

BEM-ESTAR DA POPULAÇÃO
Com a meta de melhoria constante no atendimento à população, o diretor de Engenharia da Caesb, Virgílio de Melo Peres, explica que atualmente a área é responsável por mais de 70 projetos de pequeno, médio e grande portes, além de mais de 26 obras em andamento que buscam universalizar o saneamento básico no DF, particularmente o projeto Corumbá, considerado uma das maiores obras de saneamento do país atualmente. “É motivo de grande orgulho e privilégio participar com todos os colaboradores caesbianos destes empreendimentos que objetivam proporcionar, de maneira igualitária, saúde e bem-estar a toda população”, exalta o diretor, que trabalhou na Empresa durante 30 anos, se aposentou e retornou aos quadros da Companhia em 2019 como diretor.

O diretor de Planejamento, Regulação e Novos Negócios, Haroldo Toti, destaca características que fazem a Caesb desenvolver constantemente ações de preservação da qualidade ambiental e da água, entre elas o fato de o DF estar localizado em região de cabeceira, com cursos d’água de baixa disponibilidade hídrica. "Nesse sentido, a Caesb atua em diversas instâncias na gestão ambiental, de recursos hídricos e territorial, contribuindo para a integridade ambiental das bacias hidrográficas de seus mananciais de abastecimento. As ações da Caesb se fundamentam nos seguintes princípios estabelecidos pela sua Política Ambiental: precaução, visão sistêmica, cooperação, legalidade, ética, sustentabilidade e publicidade”, detalha Haroldo Toti.

DEDICAÇÃO DE UMA VIDA
Além da estrutura física, a Caesb conta com o trabalho de profissionais qualificados que se dedicam 24 horas, 365 dias por ano. São 2.207 empregados, muitos deles com uma vida dedicada à Companhia, como Marta Lúcia da Fonseca, a empregada mais antiga. Ela ingressou na Empresa em 1976, aos 18 anos, quando ainda cursava o ensino médio. De acordo com ela, a estrutura era pequena, mas foi se modernizando e crescendo. “Eu e a Caesb crescemos juntas. Aqui, aprendi a ser uma profissional, com ética, eficiência e eficácia, fiz muitos amigos. Fiz faculdade e trabalhei nas principais áreas, como engenharia, operação, tratamento, manutenção, comercial. Assim, tive a oportunidade de aprender muito sobre o serviço tão essencial que prestamos”, orgulha-se. Atualmente trabalhando no Escritório Regional do Guará como analista de ordens de serviços, ela diz estar no topo de sua carreira. “A Caesb é minha companheira fiel, presente em todos os momentos da minha vida e trabalhar nela é um grande privilégio”, conclui.

O diretor de Operação e Manutenção, Carlos Eduardo Borges Pereira, também construiu sua carreira na Caesb. Ingressou em 1984 como estagiário de curso universitário e durante 28 anos trabalhou no controle de qualidade e na operação de sistemas de tratamento de esgoto. Há dois anos ocupa o cargo de diretor. “Posso dizer, sem medo de errar, que a Caesb me proporcionou o almejado por qualquer profissional: um salário justo, crescimento profissional, ascensão, compromisso com o trabalho e com os nossos clientes, e uma família de amigos”, comemora. De acordo com ele, a Diretoria de Operação e Manutenção não tem monotonia e o trabalho é intenso todos os dias do ano, independentemente se feriado ou final de semana. “Minha dedicação e alegria em trabalhar na Caesb não é nada mais do que uma retribuição a tudo aquilo que aprendi e pela valorização que a empresa me concedeu. Saber que em 52 anos pude contribuir com 30 anos do meu trabalho é muito gratificante”, resume Carlos Eduardo.

FOCO NOS CLIENTES
A Caesb possui uma Diretoria Comercial responsável pelo contato direto com os clientes e pela gestão financeira e contábil. O diretor da área desde 2019, Pedro Cardoso, relata seu sentimento por trabalhar na Caesb: “é uma grande experiência e uma honra trabalhar nessa empresa, pela sua missão e pela qualidade dos empregados. Parabéns à Caesb, pelos 52 anos de bons serviços prestados à população do DF”, elogia.

A Caesb dispõe de 13 escritórios regionais, além de cinco postos "Na Hora", para receber os clientes. No momento, devido à pandemia, eles estão fechados para atendimento presencial. Mas graças a um plano de transformação digital e inovação que teve como objetivo prestar um melhor atendimento ao cidadão, os clientes da Companhia puderam experimentar uma redução da burocracia, a simplificação do acesso e a diminuição do tempo de espera para obtenção dos serviços.

Atualmente, a Empresa disponibiliza cinco canais remotos: WhatsApp, Agência Virtual, App, Site e telefone 115, que funciona de forma automatizada por meio da URA - Unidade de Resposta Audível, onde são oferecidos serviços automáticos para os clientes, sem necessidade de interação com o atendimento humano.

PREMIAÇÕES
Ao longo de sua história, a Caesb tem sido reconhecida como uma empresa de excelência. Diversos prêmios recebidos pela Companhia atestam o esforço empreendido pelos empregados. Em 2020, por exemplo, mesmo com todas as dificuldades enfrentadas pela pandemia, Brasília conquistou o 2º lugar entre as capitais brasileiras no ranking ABES da universalização do saneamento, que avalia cinco indicadores: abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto – serviços prestados pela Caesb. A capital federal teve os melhores indicadores entre 1.857 cidades avaliadas em todo o Brasil.

Também no ano passado, a Caesb foi destaque na 20ª edição do Prêmio As 100+ Inovadoras no Uso de TI 2020, conquistando a 66ª colocação entre 241 empresas de todo o país e ocupando posição de destaque entre as 500 maiores do Brasil, em ranking divulgado pela revista Época Negócios. A Caesb passou da 384ª para a 360ª posição, onde o critério de classificação foi a receita líquida.

A Companhia também alcançou, mais uma vez, 100% do Índice de Transparência Ativa (ITA). Pela 5ª vez consecutiva, conquistou, em 2020, o prêmio realizado pela Controladoria-Geral do DF, onde 77 órgãos do DF atingiram um índice de 100%.

A Caesb ficou em 1º lugar no Prêmio MundoGEO#Connect 2016, que premiou os melhores projetos do país, vencendo na categoria “Utilities - Energia, Saneamento, Comunicação”, com o ousado e inovador “Projeto Atlas: Inteligência Geográfica que transforma dados em conhecimento”.

A Empresa esteve ainda entre os 10 finalistas no 21º Concurso Inovação no Setor Público, em 2017, com o Projeto Atlas. O concurso é promovido anualmente, desde 1996, pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap), em parceria com o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, e reconhece projetos que contribuam para o aumento da qualidade dos serviços prestados à população e tornem mais eficientes as respostas do Estado diante das demandas da sociedade.

Para a diretora de Suporte ao Negócio da Caesb, Roberta Zanatta, responsável pelo departamento de recursos humanos, pela manutenção dos prédios próprios em geral e transportes, bem como pela gestão dos suprimentos da Companhia, trabalhar e conhecer melhor a Empresa foi uma grata surpresa. “Realmente sinto orgulho de fazer parte da equipe Caesb, no auge dos seus 52 anos, e contribuir para que milhões de pessoas no nosso Distrito Federal recebam em suas casas água da melhor qualidade e tratamento de dejetos sanitários tão fundamentais à dignidade do cidadão”, declara a diretora.



BREVE HISTÓRICO
A Caesb foi criada em 8 de abril de 1969, pelo Decreto-Lei nº 524, com o nome de Companhia de Água e Esgotos de Brasília - Caesb. Antes disso, existia uma Divisão de Água e Esgotos no DF, mas era vinculada à Novacap.

Em 1999, por meio da Lei 2.416, a Caesb passou a ser denominada Companhia de Saneamento do Distrito Federal e ampliou o seu mercado no que diz respeito à diversificação de produtos, podendo atuar em todo território nacional. Além disso, foi criada a possibilidade de realizar a abertura de seu capital social.

Já em 18 de janeiro de 2005, a Lei nº 3.559 alterou a Lei nº 2.416, mudando a denominação para Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal, ampliando a área de atuação para outros países, bem como incluindo a possibilidade de prestar serviços na área de resíduos sólidos.

ÁGUA É SAÚDE
A quantidade de água que precisamos ingerir diariamente é variável, pois depende de alguns fatores, como a idade e o peso da pessoa, a atividade física que ela realiza e o clima e a temperatura do ambiente onde ela vive. Nos idosos, a desidratação pode gerar um maior risco de quedas, infecções no trato urinário, doenças dentais, distúrbios broncopulmonares, pedras nos rins, câncer, constipação e perda da função cognitiva.

Para algumas pessoas, a ingestão de dois litros de água por dia pode ser suficiente, outras precisarão de três ou quatro litros ou mesmo mais, como no caso dos esportistas. A recomendação do Guia com relação à quantidade de água que devemos ingerir é extremamente simples: a quantidade que o organismo pedir. Também ingerirmos água quando consumimos alimentos e preparações culinárias. Por exemplo, a maioria das verduras e legumes cozidos ou na forma de saladas têm mais do que 90% do seu peso em água.

A maioria das frutas contém entre 80% e 90% de água, assim como o leite e a maioria das sopas. Após cozimento, macarrão, batata ou mandioca têm cerca de 70% de água. Um prato de feijão com arroz é constituído de dois terços de água e preparações à base de carne têm em geral mais de metade do seu peso em água.

Refrigerantes e vários tipos de bebidas adoçadas possuem alta proporção de água, no entanto, não são opções saudáveis, pois são repletos de açúcar e vários aditivos. Razão pela qual não podem ser consideradas fontes adequadas para hidratação. A recomendação geral que a hidratação provenha predominantemente do consumo de água in natura e da porção contida nos alimentos e preparações culinárias.

Desidratação
Tomar cuidados especiais com a hidratação da pessoa idosa é importante, porque elas são mais vulneráveis e desidratam com maior facilidade. A desidratação está relacionada não apenas à pouca ingestão de líquidos, mas também a fatores como a utilização de medicamentos que podem induzir o usuário a urinar mais vezes, liberando um volume ainda maior de líquido todos os dias. Veja algumas dicas para que os idosos evitem a desidratação:
  1. Se você convive com um idoso, incentive a ingestão de líquidos ao longo do dia, mesmo se ele não estiver com sede.
  2. Evite copos grandes e cheios. Prefira copos pequenos e com pouca quantidade, várias vezes ao dia.
  3. Mantenha as bebidas que eles mais gostam próximas, de preferência em copos inquebráveis fáceis de segurar e difíceis de virar.
  4. Ofereça também alimentos ricos em líquidos como frutas aquosas (melancia, melão e laranja), sopas, picolés ou gelatinas.
  5. Se você achar que uma pessoa idosa pode estar apresentando sinais de desidratação, procure um profissional de saúde.




Compartilhar

Por: Da redação

"Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida." (Bob Marley)

0 comentários:

Postar um comentário